Como limpar a corrente da Bike
Ajustes, Manutenção e Mecânica, Dicas

Como limpar a corrente da Bike?

Você sabe como limpar a corrente da Bike? Hoje te ensinarei alguns truques muito importantes!

Como você deve saber, a graxa da corrente torna ela um grande imã de sujeiras, por isso é aconselhável lavar a corrente a cada 100km rodados ou em caso de pegar chuva durante o pedal! Fazendo isso você diminui o desgaste dela, aumentando assim a sua vida útil.

Mas como limpar a corrente da Bike? Vamos aos materiais necessários:

  • Kit de limpeza (aconselho o da decathlon, mas caso queira economizar, pode usar uma escova de dentes velha e uma esponja.)
Como Limpar corrente de Bike
Como Limpar corrente de Bike
  • CIF, vende em qualquer mercado. Caso não tenha e precise limpar com urgência, pode usar Suco um limão. Eu particularmente prefiro usar desengraxante específico para Bike.
Como Limpar corrente de Bike
Como Limpar corrente de Bike
  • ODD neutro
  • água
  • Pano (use um só pra isso, pois vai sujar de graxa!)
  • Lumbrificante para a Bike (Cera ou Úmido)

Veja também mais alguns itens para iniciar no ciclismo.

Como Limpar a Corrente da Bike Passo a Passo

1º Passo:
Faça uma mistura de 33% água, 33% CIF e 33% ODD Neutro.

Dica: não misture em uma garrafa com tampa, pois vai dar gás.

2º Passo:
Coloque no kit de limpeza ou molhe a esponja e a escova e passe na corrente até tirar toda a sujeira

3º Passo:
Caso tenha o Kit, substitua a mistura por agua limpa (mas lave primeiro o aparelho) e passe novamente na corrente até tirar o produto

4º Passo:
Seque a corrente com o pano, depois deixe secar por mais alguns minutos.

5º Passo:
Finalize lumbrificando a corrente, não precisa colocar muito lubrificante, pois quanto mais, mais a sua corrente vai atrair sujeira, tem que ser o suficiente só para sujar o dedo de leve quando você passar ele na corrente.

Caso você tenha colocado lubrificante em excesso, pode remover um pouco com o pano.

Espere 15 minutos antes de pedalar depois de passar o lumbrificante e por favor, nunca pedale sem lubrificar a corrente.

Quem Inventou a Bicicleta?
História

Quem Inventou a Bicicleta

A Bike está muito presente nos nossos dias, seja através de entregas do Ifood ou Uber Eats, seja irmos pedalando para o trabalho. Mas você sabe quem inventou a Bicicleta?

Sua invenção se deu a principio por conta dos efeitos de uma das maiores catástrofes da terra, a erupção do Monte Tambora em 1815.

Continue lendo “Quem Inventou a Bicicleta”
Como prender a Bike
Acessórios, Dicas, Segurança

Como prender a Bike

Na verdade a resposta para a pergunta como prender a Bike é simples, Não prenda! Porem caso seja necessário, nós vamos te ensinar a como prender a Bike de uma forma mais segura para evitar roubos.

Em primeiro lugar, não é de hoje que as Bikes são furtadas, nós da Bike Blog Brasil não recomendamos prender a Bike com nenhum tipo de cadeado, eles são muito faceis de serem violados e sua Bike ou parte dela serem levados. Sabemos o quanto é dificil quando nós perdemos nossa magrela, então por via das dúvidas evite ao maximo prender a Bike em qualquer local!

Caso seja muito necessário, procure bicicletários onde dê para prender tanto a roda da frente quanto a de trás. Certifique-se que ele esteja bem preso no chão. Sempre use 2 ou mais correntes, contudo, sempre com segurança acima de 5.

As correntes possuem uma numeração que vai de 1, onde é o mais fraco, até 10, que é considerado o mais forte de todos os cadeados. Tente sempre optar por cadeados acima de 5, porem quanto mais seguro ele for, mais pesado será. Portanto, dê preferência por pelomenos 1 tipo U-Lock, você encontra o cadeado U-Lock da imagem abaixo no site da Decathlon, e este modelo tem nivel 8 de segurança, alem de vir com um cabo de aço nivel 1 de segurança.

Como prender a Bike
Como prender a Bike

Os Níveis de cadeados para Prender a Bike

Como prender a Bike
Como prender a Bike

Tente sempre prender tudo ao quadro. Prenda a roda dianteira ao quadro e ao bicicletário, depois prenda a roda traseira ao quadro, ao bicicletário e ao selim. Caso sua corrente não passe pelo selim, ou seja pequena, tire e leve o selim com você. Mas cuidado, ele costuma estar com graxa. Se possivel tire a roda dianteira e prenda junto com a roda traseira e o Selim. Assim você vai poder passar 2 correntes em cada roda, reforçando a segurança da Bike.

Retire todos os acessórios que o ladrão pode roubar facilmente como lanterna, Alforje, Garrafinha de agua (Caramanhola). Assim você evita surpresas ao voltar para sua tão amada Bike.

Faça o seguro de sua Bike, melhor prevenir do que remediar, não é mesmo? Dependendo do caso, vale investir inclusive em um alarme para a Bike, você pode encontrar alguns modelos no mercado. Eu particularmente ainda não usei este tipo de alarme, mas tenho vontade de testar para ver como ele funcionaria em algumas situações.

Veja também Como começar no Ciclismo.

Como prender a Bike
Como prender a Bike
Iniciando

Pedalar Emagrece?

Está acima do peso? Quer saber se pedalar emagrece? Então continue lendo e irá descobrir o poder da bicicleta.

Hoje, se alguém me pergunta se pedalar emagrece, eu respondo que depende. A bicicleta pode ser uma grande aliada na perda de peso e ganho de massa muscular, entretanto, não é fácil assim, se fosse fácil, não teria ciclistas acima do peso ideal.

Contudo, podemos usar a magrela para ajudar na perda de peso e assim emagrecer pedalando, que é o nosso esporte favorito. Portanto, devemos nos atentar a diversos fatores pois só assim conseguiremos juntar todas as diretrizes da perda de peso e ganho de massa muscular.

Pedalar ajuda muito a emagrecer, mas não adianta somente pedalar e não entrar numa dieta. Faz-se necessário um controle de calorias e uma força de vontade para perder peso.

Como Emagreci Pedalando?

No início de 2020, antes mesmo de começar a pandemia, eu iniciei uma dieta. Estava pesando 110 kg e em julho de 2020 cheguei aos meus 78 kg. O ciclismo foi um dos maiores aliados nessa conquista! Logo contarei para vocês como foi esse processo de perda de peso junto com a tão amada Bicicleta.

Se você iniciar uma dieta e pedalar irá emagrecer muito! Para chegar nessa conquista eu iniciei uma contagem de calorias e comecei a fazer pedais constantes. Pedalava de 3 até 6 vezes na semana e pelo menos 1 ou 2 vezes na semana fazia longas distâncias, acima dos 100 km.

Estes roteiros mais longos eram ótimos para perda de calorias, pois além de me divertir eu conseguia perder cerca de 2500 até 3000 de calorias. Com isso começa a ficar fácil emagrecer pedalando. É claro que você precisa de um déficit calórico. Por isso não pode simplesmente pedalar e sair comendo tudo que vê pela frente.

É necessário se alimentar bem e de maneira saudável. Portanto, procure um nutricionista para que ele te passe uma dieta balanceada que contenha os macro e micronutrientes que você precisa.

Pedalar Emagrece?
Pedalar Emagrece?

Conte Calorias para perder peso pedalando

Outra dica bem importante é contar calorias, sabe aqueles rótulos dos produtos? Então, lá sempre informa quantas calorias a porção daquele produto possui. Isso vai te ajudar a conhecer melhor o que você está comendo, o que tem muita caloria e o que não tem quase nada.

Anote as calorias perdidas durante o passeio de Bicicleta e também durante o dia. Sim, seu corpo perde calorias mesmo parado. Mas não se preocupe, existem programas para celular que fazem esta medição para você, juntamente com outras funções que irão te ajudar ainda mais na perda de peso durante o pedal.

Uso de aplicativo para controlar calorias e Emagrecer Pedalando

Vale a pena usar um aplicativo de controle de calorias para emagrecer, usei o samsung health, assim como outros aplicativos, que foi um grande aliado na dieta. Com ele pude controlar a quantidade de calorias perdidas durante um pedal assim como a quantidade de calorias ingeridas no dia, além das atividades de ciclismo que eu fazia. Fazia um balanço semanal e com isso comecei a perder de 2 kg até 4 kg por semana.

Não precisa se prender a este único app, a Xiaomi por exemplo possui dois outros aplicativos para controle de peso bem interessantes:

Pedalar Emagrece? – Use o Mi Fit

Com o Mi Fit você pode monitorar sua perda de peso e seu Pedal sabendo quantos quilos está perdendo por semana além de saber quanto está pedalando, seja em questão de tempo, Km ou uma medição mais precisa com um GPS que consiga controlar o esforço relativo.

Mi Health ajudando a perda de peso no ciclismo

Com este app da Xiaomi você vai ter uma série de informações nutricionais para ajudar a reconhecer os melhores alimentos e controlar os micronutrientes.

Com estes aplicativos também pude começar a balancear os nutrientes que ingeria pude emagrecer, assim como melhorar a minha saúde. 

Beba Água ela ajuda na dieta e no pedal

Sempre beba bastante água, ela irá te ajudar na dieta, pois quanto mais você beber, mais saciado ficará. Uma prática boa, portanto, é tomar um copo de água antes de cada refeição, isso vai te ajudar a ficar saciado mais rápido acelerando a perda de peso.

Uma outra dica é fazer isotônico Caseiro, mas lembre-se consulte um nutricionista. No post acima você pode saber a receita para fazer em casa. Aconselho, contudo, a não fazer muito, pois assim você não correrá o risco de beber mais do que precisa e acabar quebrando toda a dieta.

Comer durante o Pedal – Pedalar Emagrece?

Uma dica boa é comer de 1 em 1 hora durante o pedal, leve uma barrinha de sereal, um chocolate ou até um amendoim e vá comendo a cada hora. Com isso você não chegará do treino cheio de fome, evitando atacar a geladeira.

Se pese constantemente para motivar a perder peso

Uma das piores coisas na dieta é quando você não vê resultado. É claro, eles não costumam vir imediatamente, principalmente se for visual, ou seja, se for olhando no espelho. Você provavelmente não notará esta mudança em 1 semana. Entretanto, o controle constante do seu peso na balança irá te motivar a continuar.

Para isso, sempre se pese pela manha, caso a balança seja sua, vale se pesar 3 vezes ao dia, pois assim você irá entender o comportamento do seu corpo no decorrer do dia e das alimentações. Use esses 3 números para criar uma média diária e utilize ela para ver a perda de peso acontecendo.

Contudo, não se pese em balanças diferentes, escolha um único lugar e utilize ela para medir. Além disso, vale se pesar antes e depois de um pedal, assim você conseguirá ver o quanto de água seu corpo eliminou naquele exercício físico, entretanto, não fique feliz, agua se ganha muito rápido.

Pedalar Emagrece, mas procure um nutricionista

Outra dica boa para emagrecer é comprar uma balança dessas para pesar comida, assim você se controla mais em relação à quantidade que coloca no prato, e passa a comer menos e melhor, mas lembre-se, vale fazer uma visita ao nutricionista antes de iniciar a dieta. Pois ele vai conseguir te passar uma dieta regrada que vai poder juntar na sua atividade física e poder emagrecer pedalando.

Por fim caso ainda tenha dúvidas se pedalar emagrece, olhe o antes e o depois meu e da minha namorada, isso graças ao ciclismo. Para Concluir, venha descobrir como começar no ciclismo e não se esqueça de tirar uma foto antes e depois que emagrecer pedalando.

É Possível Emagrecer Pedalando
É Possível Emagrecer Pedalando
Como Fazer Isotônico Caseiro
Dicas, Receitas

Como Fazer Isotônico Caseiro

Olá querido Ciclista, em seguida, nesta publicação estarei compartilhando a receita de como fazer Isotônico Caseiro ou Gatorade Caseiro para você se hidratar depois de um longo pedal. Primeiramente, porque tomar isotônico?

Eventualmente já sentiu aquela sede interminável após um pedal longo. Depois de ficar em baixo de sol e Além disso perder muita agua e sais minerais as vezes só beber agua não faz efeito. O Isotônico vendidos no Mercado geralmente são bem caros. Até existem os Isotônico em Pó, mas a validade é muito baixa para consumir sozinho (vale caso consigam um grupo para dividir) .

Porem o Gatorade caseiro é uma ótima alternativa, alem de ser bem gostoso e refrescante. Então venha aprender a fazer.

Ingredientes para fazer Isotônico Caseiro

2 Litros de Agua (Dê preferência pela Agua mineral, mas a filtrada serve)

6 Colheres de Sopa de Açúcar

2 Colheres de chá de Bicarbonato de Sódio

2 Colheres de Chá de Sal

Suco de 2 Limões ou 2 Laranjas

Para preparar seu necta, em primeiro lugar, deve misturar tudo dentro de uma garrafa logo depois beber bem gelado. Com ele vai poder se hidratar e repor os sais minerais e os eletrólitos perdidos durante o seu pedal.

Depois de fazer Isotônico caseiro, evite guardar de um dia ao outro, por que ele perde alguns nutrientes que se oxidam já que não possui conservantes, ou seja, logo assim que terminar de fazer, deve beber. Esta receita rende um pouco mais de 2L. Não deixe de procurar um nutricionista.

Como Fazer Isotônico Caseiro
Como Fazer Isotônico Caseiro

Caso você queira menos ou mais Isotônico Caseiro é só seguir estas proporções:

 1 Litro de Agua (Dê preferência pela Agua mineral, mas a filtrada serve)
 3 Colheres de Sopa de Açúcar
 1 Colher de chá de Bicarbonato de Sódio
 1 Colher de Chá de Sal
 Suco de 1 Limão ou 1 Laranja

Por último, usar 1 receita para cada litro de Isotônico que for fazer.

Enfim, Para outras dicas Baixe o Ebook de Dicas para começar no Ciclismo. Ou descubra se é possível emagrecer pedalando.

O que é cicloturismo
Cicloturismo

O que é cicloturismo?

A pergunta “O que é Cicloturismo?” Abrange uma explicação ampla, de forma grosseira podemos resumir que é um turismo feito com bicicleta, contudo, a ideia do cicloturismo abrange muito mais do que o fato de pedalar de Bicicleta.

Antes de mais nada o termo traz diferentes modalidades que deixam a pergunta “O que é Cicloturismo?” Algo um pouco mais complexo para responder.

Termos do Cicloturismo

Dentro do cicloturismo temos várias modalidades, e é sobre estas modalidades que queria compartilhar com vocês neste post:

O que é Cicloviagem

Talvez o termo que nós mais conhecemos no cicloturismo seja a cicloviagem ou a viagem de Bike. É uma modalidade que une um ponto de partida A, Ou seja, geralmente a casa do ciclista e o ponto de chegada B que é a cidade destino. Em síntese cicloviagem é considerada a partir do momento em que levamos 2 ou mais dias para concluirmos o percurso.

Ciclocidade

Diferente da cicloviagem, nesta modalidade, o ciclista pode ficar 1 ou mais dias na cidade conhecendo ela de Bike, não é necessário ir pedalando até a cidade, pode ser feito de Ônibus, carro, avião, trem, etc. O que importa aqui é conhecer a cidade em questão.


O que é Cicloturismo Esportivo

Nesta modalidade o Cicloturista usa a infraestrutura disponível na sociedade ao longo da sua rota, tais como Hotéis, Hostels, Bares, Restaurantes, comércio.

Cicloturismo Autossuficiente

Esta modalidade geralmente é usada também por falta de estrutura, quando a sociedade ao redor não lhe disponibiliza infraestrutura suficiente para um Cicloturismo Esportivo. Caso o ciclista prefira viajar Autossuficiente ele precisa portar alguns equipamentos extras, Bem como ter conhecimento básico de sobrevivência e do trajeto que pretende fazer. Evitando passar perrengue por falta de agua, alimento ou como outros imprevistos.

O que é Cicloexpedição

A princípio esta modalidade é um cicloturismo autossuficiente só que com o agravante do ciclista ter que descobrir respostas para perguntas previamente não respondidas, como a existência de caminhos.

Ou seja, se o local possui infra, fonte de alimento ou agua, se há a possibilidade de deslocamento com Bike, equipamentos previamente não testados. Ou outras questões.

Enfim, a Cicloexpedição vai testar muito mais os seus limites e conhecimentos específicos durante a sua atividade, necessitando a transposição de obstáculos, seja geográfico, sociais ou pessoais.

O que é Ciclorotas

É uma rota, um caminho pensado para quem usa a Bike como meio de transporte, ou seja, no cicloturismo em geral usamos a Ciclorota, seja na cicloviagem ou na ciclocidade e podemos usar no Bike Tour, ou simplesmente no deslocamento da sua casa para o trabalho.

O que é cicloturismo

O que é intermodais

Com o intermodais o cicloturismo fica mais completo, por exemplo no Rio é possível que você entre nas Barcas com Bike a qualquer hora. Juntamente com o trem e metrô, onde consegue entrar em qualquer hora nos finais de semana e feriados e depois das 21h30 durante a semana. Com isso o seu passeio de Bike pode ser ainda melhor, assim possibilitando conhecer lugares mais longe de casa.

Dessa forma o ciclismo pode abranger diversas modalidades e dentro do cicloturismo, que é uma modalidade do ciclismo, temos diversas outras, e elas conversam entre si, tornando o ciclismo um esporte e Lazer mais completo.

Seja pedalando até um destino ou visitando atrativos na sua cidade, seja em grupo ou individualmente, usando um ou vários modais para se locomover. O que importa é usar a Bike e ser feliz!

Para finalizar, uma dica, quem nunca sujou a roupa de graxa durante um pedal ou uma cicloviagem? Veja o que fazer para tirar Mancha de Graxa da roupa!

O que é cicloturismo
kit primeiros socorros para bike
Primeiros Socorros

kit primeiros socorros para bike

O kit primeiros socorros para bike é essencial em qualquer circunstância, não só em Trilhas ou Cicloturismo. É importante se prevenir sempre para casos de queda ou machucados.

Itens como Luvas, Gases, banda ids, antisséptico, Remédios para uso pessoal, esparadrapos, são alguns objetos muito importantes que não deve sair da mochila durante o pedal, mas não se esqueça que não adianta nada carregar o dobro do seu peso em equipamentos e medicamentos se não sabe como usar. Portanto, mais importante que ter o Kit de Primeiros Socorros para Ciclistas, é ter conhecimentos básicos de primeiros socorros.

Infelizmente no Brasil não temos esta matéria obrigatória nos colégios, então fica a dica para qualquer cidadão brasileiro, Procure um curso Básico de Primeiros Socorros. A própria Cruz Vermelha oferece o curso. Vale procurar na sua cidade para ter este conhecimento.

Como no mundo da Bike é comum sofrer quedas de vez em quando, então vale ter o Kit de Primeiros Socorros pronto em caso de emergência.

Além do Kit primeiros socorros, igualmente recomendamos levar agua extra, comida, celular com bateria, e EPI’s. Entre os amantes de esporte de aventura, (Nesse sentido cada vez mais a Bike vai se tornando um destes esportes) existe uma máxima que fala: “Lanterna, Capa de Chuva e Kit Primeiros socorros não sai da mochila nem para ir à padaria”. Então são outros dois equipamentos super importantes para um pedal, principalmente se for algo longo! Mesmo que esteja com planos de voltar antes de escurecer vale levar uma lanterna, mesmo que esteja sol, sempre esteja com uma capa de chuva/corta-vento.

Veja também mais informações sobre Segurança durante o Pedal.

O Que levar no kit primeiros socorros para bike?

  • Gases;
  • Luvas;
  • Banda ids;
  • Antisséptico;
  • Remédios para uso pessoal;
  • Esparadrapos;
  • Pinça (Já passei Perrengue por conta disso, eram meia-noite, quando entrou uma farpa no dedo, não encontrei nenhuma farmácia aberta e não tinha uma comigo durante o Pedal. Nunca mais sai sem uma);
  • Tesoura;
  • Conhecimento de Primeiros Socorros, procure a Cruz Vermelha.
kit primeiros socorros para bike
kit primeiros socorros para bike
Fotografia

Qual tamanho de imagem escolher?

Uma dúvida muito comum que recebo de vários Atletas é “Qual tamanho de imagem escolher?” Esta pergunta é boa, porem é relativo, vai de pessoa para pessoa! É claro, se você tem um trocado a mais para investir em uma qualidade melhor, vale a pena e eu vou explicar logo abaixo o porque, mas antes vamos entender como funciona os tamanhos das imagens e o que você pode fazer com cada uma delas.

A Foco Radical trabalha com 5 tipos de resolução para a compra de uma imagem digital:

  • Web – 1200×800 pixels 70 dpi
  • Baixa – 1800×1200 pixels 300 dpi
  • Média – 2700×1800 pixels 300 dpi
  • Alta – 3600×2400 pixels 300 dpi
  • Premium – 4500×3000 pixels 300 dpi

Vamos entender cada uma por partes, primeiro vamos analisar o dpi da imagem, o Dots Per Inch (DPI) ou em portugues “Pontos por Polegada” é o numero de pontos que podem ser vistos em uma polegada da imagem em questão. Quanto maior, mais detalhes você irá conseguir ver na imagem.

Imagem em Web

A imagem Web é a com menor resolução, geralmente usada só em redes sociais que não utilizam a qualidade total da imagem, (Facebook, Instagram, Zap) esta imagem o cliente pega recebe na hora que seu pagamento é aprovado, mesmo comprando em outra resolução ele vai receber uma imagem em Web! Nem pense em imprimir esta imagem, ela não vai gerar um bom resultado de impressão nem em 10×15 (tamanho padrão de fotos).

Imagem em Baixa

A imagem em baixa resolução eu aconselho mais que a web, pois ela tem uma qualidade um pouco melhor que a web, inclusive ela já possui os 300 dpi que tornarão sua foto elegivel para uma impressão com qualidade. os 1200×1800 dela vão permitir a impressão de uma foto 10×15 em boa qualidade. Alem disso todas as fotos vendidas em Baixa, Média, Alta ou Premium passam por um segundo processo de edição, onde sua foto irá receber um tratamento mais detalhado para ficar com uma cor melhor do que a Web.

Imagem em Média

A imagem em média resolução Passa pelos mesmos processos de uma imagem Baixa, incluindo a edição detalhada e os 300 dpi, contudo o tamanho 2700×1800 ganha um pouco mais de qualidade e irá te permitir imprimir a imagem em um tamanho um pouco maior, 15x21cm ou seja, o tamanho de um Porta-retrato

Imagem em Alta

A imagem em Alta resolução Passa pelos mesmos processos de uma imagem Baixa e Média, incluindo a edição detalhada e os 300 dpi, no caso da imagem em alta, com seus 3600×2400 te permite um tamanho de impressão de 20x30cm que é o tamanho de um poster.

Imagem em Premium

A imagem em premium, que é nosso maior tamanho, passa pelos mesmos processos de uma imagem Baixa, Média e alta, incluindo a edição detalhada e os 300 dpi, nesta maior resolução, com seus 4500×3000 te permite um tamanho de impressão de 25x37cm que é o tamanho de um poster ampliado.

Caso você queira uma imagem para internet, eu recomendo a Baixa, pois com ela você terá uma resolução um pouco melhor que a web, alem de uma edição um pouco mais detalhada que tornará sua foto mais bonita. Contudo Sempre recomendo a compra na maior qualidade de imagem, pois imagine a cena, daqui 2 ou 3 anos você quer imprimir algumas dessas fotos em um tamanho legal, seja para guardar de lembrança, seja para mostrar pros amigos, ou até mesmo para fazer um quadro, e descobrir que não pode imprimir no tamanho que deseja, pois comprou um tamanho menor! É uma situação triste, pois nem o fotografo terá a foto para te vender novamente.

Foto em Web sem Edição x Foto em Premium com Edição

Então pense nessas questões antes de decidir qual tamanho de imagem escolher!

Fotografia

Como sair bem na foto?

Muitos não sabem como sair bem na foto, não é uma tarefa fácil, mas com algumas dicas talvez seja mais simples do que parece. Devemos entender que aqui existem 3 fatores muito importantes para que a foto fique perfeita, a primeira, é claro, é o atleta, é ele que vai fazer a pose para ser fotografado, o segundo fator que responde a pergunta “Como sair bem na Foto” é o Fotógrafo, e junto com ele, a câmera, ou melhor dizendo, a lente do Fotógrafo. O terceiro fator, e talvez um dos mais importantes, é a iluminação do local, seja artificial ou natural, mas vamos destrinchar cada um destes fatores a seguir.

1º Fator para a pergunta “Como sair bem na foto?”
O Atleta

O Atleta é responsável por 1/4 da foto, é ele que vai fazer a pose perfeita para ficar bem na foto. Aqui não tem uma receita de bolo, Cada um é diferente e sabe mais do que o fotógrafo qual é a foto que ele deseja ter! É claro que nós como fotógrafos sabemos ajudar a ele escolher qual foto ele quer:

  • Fotos sorrindo são boas. Muitas vezes, quando o ciclista está em uma subida ele esquece de sorrir, então tente se lembrar de sorrir em algumas fotos, não precisa ser o tempo todo, algumas fotos com o atleta sério ou cansado ficam bem legais também.
  • Fotos apontando com o dedo indicador para a lente passa a imagem de que o atleta está chamando a pessoa que vê a foto para se exercitar também.
  • Se você estiver pedalando, e for uma subida, tente pedalar em pé, as fotos ficam bem mais legais do que sentado
  • Evite falar com o fotógrafo enquanto ele te fotografa, muitas das vezes que isso ocorre, a foto fica péssima, pois o atleta sai de boca aberta e expressões ruins na cara.
  • Se estiver correndo, tente acelerar o passo, principalmente se o fotógrafo estiver no chão, seja sentado, deitado ou só agachado no chão. Fazendo isso, a chance de você sair no ar, sem os pés no chão são maiores, e são fotos ótimas.

2º Fator para a pergunta “Como sair bem na foto?”
O Fotógrafo e Sua Lente

O fotografo geralmente sabe o que está fazendo, as vezes vale confiar no que ele diz. Dependendo da lente que ele use na sua câmera, a foto e o estilo de foto muda, sendo assim tem poses e locais que não adianta pedir foto, ela provavelmente não ficará boa, e o fotógrafo sabe disso.

Geralmente a lente que nós usamos em uma atividade esportiva, é uma lente Telefoto, ou seja, ela vai pegar o atleta longe do fotografo, e tudo que está perto do fotógrafo não será registrado, ou será registrado, porém sem nenhuma nitidez.

As vezes o fotógrafo esportivo gosta de usar uma lente Grande Angular, ai o padrão de foto muda 100%, este tipo de lente vai pegar o atleta bem pertinho do fotógrafo, se o atleta estiver a 2 metros, 3 metros de distância, a foto já não vai ficar tão boa. Este tipo de lente rende boas fotos, porém é necessário tirar de 3 a 5 fotos para que 1 fique boa, por este motivo nós não costumamos usar muito este tipo de lente, lembre-se que a câmera do fotógrafo tem validade. Usando a Lente Telefoto, nós conseguimos fazer mais fotos de um mesmo atleta em diferentes posições e maneiras, existe mais chances dele gostar de mais de uma foto. Já a lente grande angular geralmente só conseguimos acertar 1 ou 2 fotos.

Foto com Grande Angular

É possível que estejamos com outros tipos de lentes, mas são lentes mais para fotografar o atleta parado, fazendo pose. Infelizmente, são fotos que não costumam vender muito, muitos se recusam a fazer este tipo de foto, dependendo do fotógrafo e do momento.

Por último, lembre-se que o fotógrafo é humano, e a câmera é uma maquina, os dois podem errar na hora da foto e ela não sair da forma como o atleta ou o fotógrafo queriam, é por este motivo que em ensaios fotográficos é necessário repetir a mesma foto várias vezes. Porem isso não é sempre possível em um momento de treino de um atleta.

3º Fator para a pergunta “Como sair bem na foto?”
A Iluminação

Já ouviram falar em Golden Hour? É a hora mágica para a foto, geralmente na primeira hora depois do nascer do sol e na última hora antes do por do sol, é claro que isso também não é uma receita de bolo, este tempo pode variar dependendo de alguns fatores como nuvens, tempestades, umidade relativa do ar, neblina ou maresia.

Não adianta querer que a foto fique perfeita por exemplo com o atleta de costas pro sol e a câmera do fotógrafo apontando pro atleta e pro sol. As melhores fotos são quando o atleta está de lado para o som, em um angulo de 45º onde o sol consiga iluminar bem uma parte do seu corpo (principalmente o rosto) e a outra parte fique na penumbra, isso vai dar tridimensionalidade no rosto do atleta. fazendo com que a foto fique mais bonita!

Sol a 45º Iluminando parte do ciclista

Muitos fotógrafos esportivos usam flash para abrir um pouco mais a iluminação do dia, usando como uma luz de preenchimento na foto, o problema disso é que o flash costuma pesar muito na mão do fotógrafo, o que acaba cansando! Por este motivo, muitos acabam não usando o flash o tempo todo, além disso, ele usa 4 pilhas AA (na maioria dos modelos) e exige muito da bateria, lembrando que em uma cessão de fotos de treino ou prova, nós fotógrafos costumamos fazer entre 1500 até 5000 fotos em um período de 3 horas de trabalho.

Conclusão de como sair bem na Foto

Respondendo finalmente a pergunta gerada no inicio do texto, “Como Sair bem na Foto?” o atleta deve compreender estes 3 fatores básicos, tanto o que tange a ele mesmo, quando entender o fotógrafo e perceber o que ele quer naquele momento da foto, o que varia de acordo com o equipamento que ele está usando e compreender que a luz ajuda neste processo, que uma foto tirada lá pelas 6h ou 7h da manha com o sol a 45º ficará melhor que uma foto feita ao sol de meio dia, que gerará sombras no rosto do atleta.

Agora que você já sabe como sair bem na foto, que tal vir comigo para fazer aquelas fotos lindas?

Foto com Iluminação lateral e o dia limpo.

Siga meu Blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada e saiba em primeira mão as proximas datas e locais que estaremos fotografando.